Cantar as Janeiras

Buenos anos, buenos anos, que se querem começar,

Vimos por estes senhores, que a Janeira que nos dar

Viva o senhor ..., mais os anos que deseja,

Viva também uma rosa, que recebeu na igreja (bis)

Queremos dar a despedida, como Cristo a deu à luz,

a gentinha desta casa amanheça com Jesus (bis).

 

Património oral

À semelhança de todo o povo português, também nesta zona do interior as pessoas são muitos crentes. Rezava-se para curar as doenças, para as lides agrícolas e para aclamar as tempestades.

A este propósito, quando se sentiam fortes trovoadas, as pessoas queimavam na lareira folhas de loureiro benzidas no Domingo de Ramos. Com isto, rezava-se a Santa Bárbara para que afastasse os trovões.

REZAS

“REZA PARA ATALHAR A PESSONHA”

Se és cobra ou cobrão
Lagartixa ou Lagartixão
Sapo ou sapão
Eu te corto olhos, rabo e coração
Para que este corpinho fique são.
Pai Nosso…
Avé Maria…

“REZA PARA ATALHAR O MAU OLHADO”

Em virtude do Santo Nome de Jesus
Deus te criou
Deus te crie
Deus te livra de maus olhos de quem para ti olhou
Dois te deitaram
Três te tiraram
S. Pedro, S. Paulo e S. João
Se o deitaram pela cabeça
Acuda Jesus todo poderoso
Se o deitaram pelo pé
Acuda S. José
Todas três verdades são
S. Pedro, S. Paulo, S. João
Pai Nosso…
Avé Maria…

“REZA PARA ATALHAR O AR”

Em virtude do Santo Nome de Jesus
Na hora que Nosso Senhor 
Criou a medicina
Crie também a minha
Ar de Cinza ou da noite ou de dia
Ar do Adro
Pai Nosso…
Avé Maria…